Nada é impossível - Quatro por um
Quatro por um
Nada é impossível
PREPARE-SE! VEM AÍ MAIS UM CD DO QUATRO POR UM
Por Angélica Dias Gomes

Vem aí o novo CD da banda 4/1. Marcus Salles, Duda Andrade, Valmir Bessa e Bruno Santos estão em estúdio preparando o quinto álbum da banda pela MK Music. Ainda sem título definido, o CD, segundo o grupo, será o mais maduro da banda. “A gente tem sempre que crescer espiritualmente e musicalmente. Esse CD está mais no estilo do Um Chamado, com baladas muito legais, mas tem também o rock, que a gente gosta de tocar. Está muito bacana”, revelou Salles, contando também que há músicas que falam sobre saudade, sobre abandonar os caminhos do Senhor e se arrepender, tem também uma música chamada “Reteté”, que fala sobre uma vigília de jovens, canções que falam sobre Jesus, salvação, letras muito diretas.

De acordo com a banda, 99% das músicas que compõem o disco são deles, e não há versão desta vez. “Tem uma música chamada “Tua Vontade”, e tem outra, que ainda não tem nome escolhido, mas que tem a participação especial do coral infantil do projeto Vida Nova de Campo Grande (que tem Salles como pastor de jovens)”, complementa o vocalista da banda.

Para o guitarrista Duda Andrade, o Quatro por Um pode ser classificado como uma banda de poprock. “Esse CD é um equilíbrio entre tudo que a gente fez até hoje, de todos os nossos CDs.  Tem as baladonas no estilo 'Um Chamado' e 'Cinco Pães e Dois Peixinhos', voltadas para a adoração, sempre com aquela característica de guitarras e violões de frente. Eu ousaria dizer que esse álbum representa a identidade do Quatro por Um. A galera vai gostar muito”, garante.

Este ano a banda faz sete anos de vida e, de acordo com os integrantes, amadureceu muito. “Ser banda não é fácil, porque são cabeças de quatro pessoas diferentes. Apesar de termos o nosso foco, e sabermos o que cada um faz na banda, cada um tem a sua essência, tem a sua história na música. Todo mundo sabe que o Valmir gosta de música instrumental, o Salles de black music, que eu e o Salles somos os roqueiros da banda, etc”, reitera Duda, ressaltando que o processo criativo em grupo é tão legal, e as ideias deles se complementam tão bem que em 5 dias em estúdio finalizaram todas as bases gravadas. A mixagem do disco terminará nas próximas semanas. O estudo de capa já está em fase de produção e o grupo posará para fotos em breve. Ou seja, falta pouco para saber como ficou o disco. Com certeza, muito bom, que é o som que a banda sabe fazer.

Enviar por email